FAQ

Perguntas frequentes

  • Todos os dados pessoais do locatário, assim como do corresponsável quando aplicável;
  • Os dados de cartão de crédito com limite à vista* superior a 4 vezes o valor total mensal da garantia de locação, assim como a última fatura com titularidade do locatário (ou do corresponsável quando aplicável) e validade superior a 12 meses, contada a partir da data de apresentação à AVALYST;
  • Saldo disponível no cartão de crédito para lançamento da taxa da Avalyst**

* Limite de crédito do cartão, e não o saldo para compra à vista
** Caso não tenha o saldo disponível, o pagamento pode ser feito via boleto bancário, a ser pago em uma única parcela

O cliente pode ir no caixa eletrônico e tirar um extrato do cartão de crédito ou tirar um print do aplicativo do banco, sendo necessário ter os seguintes dados em ambos:

  • Nome completo
  • Dados do cartão - pelo menos os 4 últimos números do cartão
  • Limite único/à vista do cartão de crédito
  • Histórico de consumo
  • Data atual

Não! Ele precisa ter disponível apenas o valor da taxa da Avalyst. É apenas o limite total do cartão que deve corresponder, no mínimo, 4 vezes o valor do aluguel.

Caso o inquilino opte por dividir em até 12 vezes o valor da Taxa Avalyst, apenas este valor ficará bloqueado.

Não! É obrigatório que os cartões estejam válidos durante todo o período vigente do contrato Avalyst.

Caso algum dos cartões de crédito com vínculo ao contrato de garantia seja cancelado ou alterado, o inquilino deverá informar imediatamente à Avalyst.

SIM! Desde que o 1° inquilino seja sócio-administrador (CPF) e a empresa seja o segundo inquilino (CNPJ).

Sim! Poderá haver um corresponsável da locação.

No entanto, ele deve atender os mesmos critérios do inquilino no contrato com a Avalyst.

Não! Quem assina o contrato de locação é apenas o inquilino.

O corresponsável deve assinar (assinatura digital) apenas o contrato com a Avalyst.

Apenas a taxa de verificação de cartão para averiguação de sua validade e vigência e subsequente estorno da mesma quantia pela Avalyst. Pois, é obrigatório que os cartões estejam válidos durante todo o período vigente do contrato.

Sim! O dependente deverá ficar como inquilino e o titular do cartão como corresponsável no contrato com a Avalyst.

Sim! Porém, os dois devem constar como inquilinos no contrato de locação, assim como no contrato de garantia com a Avalyst (locatário e segundo locatário).

Obs.: Caso um deles não conste em ambos os contratos, não haverá garantias da Avalyst em caso de inadimplência e será caracterizado como sublocação.

Sim! Quando os inquilinos forem casados, podem ser somados dois cartões para completar o limite (4 vezes o valor do aluguel). No entanto, todos devem constar como inquilinos no contrato de locação, assim como no contrato de garantia com a Avalyst (locatário e segundo locatário).

Obs.: Caso um deles não conste em ambos os contratos, não haverá garantias da Avalyst em caso de inadimplência e será caracterizado como sublocação.

Sim! Pode-se juntar dois ou três cartões, como na questão anterior, todos devem constar como inquilinos no contrato de locação, bem como no contrato de garantia com a Avalyst (locatário, segundo locatário e terceiro locatário se houver).

Obs.: Caso um deles não conste em ambos os contratos, não haverá garantias da Avalyst em caso de inadimplência e será caracterizado como sublocação.

Sim! Desde que possua o Cadastro Pessoa Física (CPF), e deve obrigatoriamente apresentar um corresponsável brasileiro que atenda a todos os critérios de análise da Avalyst.

A taxa de garantia será cobrada à vista.

Sim! O pagamento poderá ser feito em uma única parcela ou dividido em até 12 vezes.

Sim! No entanto, continuará a ser verificado mensalmente se o cartão de crédito atrelado ao contrato de garantia da Avalyst continua válido, por meio da taxa de verificação de cartão.

Após o contrato de fiança ter seu status alterado para ATIVO, a imobiliária pode assinar o contrato de locação, incluir no sistema a documentação exigida no contrato de garantia e entregar as chaves.

SIM! Ele pode obter a devolução do valor que resta para completar o contrato, descontando apenas as despesas administrativas suportadas pela Avalyst.

Esta operação só será feita após a imobiliária enviar um documento com a inexistência de débito da unidade alugada (Declaração Nada Consta e Desocupação do Imóvel).

A imobiliária deve enviar 3 orçamentos referente aos reparos, juntamente com o laudo da vistoria de saída, onde consta os itens em desacordo.

Por ocasião da entrega, caso sejam identificados danos ao imóvel causados por interferência do inquilino, poderá ser ativada a Taxa de Desocupação para recompor o estado do bem locado. Esta taxa será estabelecida conforme o limite do valor descrito no contrato e as características do imóvel, ficando a Avalyst responsável por seu pagamento para, posteriormente, ser ressarcida pelo inquilino.

Não encontrou o que buscava?
Entre em contato